sexta-feira, 28 de maio de 2010

Ter fé e ver.





Eu encontrei quando não quis
Mais procurar o meu amor
E quanto levou foi pr'eu merecer
Antes um mês e eu já não sei

E até quem me vê lendo o jornal
Na fila do pão, sabe que eu te encontrei
E ninguém dirá que é tarde demais
Que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe, pequena

Ah vai!
Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém
Afim de te acompanhar
E se o caso for de ir à praia eu levo essa casa numa sacola

Eu encontrei e quis duvidar
Tanto clichê deve não ser
Você me falou pr'eu não me preocupar
Ter e ver coragem no amor

E só de te ver eu penso em trocar
A minha TV num jeito de te levar
A qualquer lugar que você queira
E ir onde o vento for
Que pra nós dois
Sair de casa já é se aventurar

Ah vai, me diz o que é o sossego
Que eu te mostro alguém afim de te acompanhar
E se o tempo for te levar
Eu sigo essa hora e pego carona pra te acompanhar.



*até parece clichê, mas diz tudo.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

é bossa.

Em um súbito despertar...
O meu olhar só vai para onde ela está e o cheiro que procuro o tempo todo é aquele que sinto quando ela está perto de mim. Os beijos e as palavras mais bonitas que eu disse são porque um dia eu a encontrei e minhas mãos são para desenhar todo o seu corpo. Os meus pés são para seguir com ela para onde for... E o meu coração... eu arrumei, aprontei, tirei a poeira, troquei os móveis que é pra te servir de moradia.

"Ah se ela soubesse que quando ela passa,
o mundo inteirinho se enche de graça
E fica mais lindo por causa do amor"
Tom Jobin

sábado, 8 de maio de 2010

O que é o amor?

Segundo os meus irmãos...

............... Isaque

Resto do Post

video

............... Ester
video


*Não reparem, sou mesmo uma boba com eles...

terça-feira, 4 de maio de 2010

Remar. Re-amar. Amar

Aprender a caminhar e além de tudo caminhar junto. De mãos dadas e corações interligados. É assim, quando se ama. E eu digo, caminharei. Independente de chuva, tempestade, Sol, seja lá o que for que esteja nesse caminho, seguro forte na sua mão e vou. Pois aprendi a amar assim que vi nos seus olhos o amor que não conhecia e cada vez que olho novamente descubro cores ainda mais belas...



"Eu entro nesse barco, é só me pedir. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se e
sse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena.
Que por nós vale a pena.
Remar. Re-amar. Amar."
Caio Fernando Abreu

Resto do Post