domingo, 21 de março de 2010

tanta rima;

Fico insone, tentando explicar razão ou circunstância pra tal felicidade que me invade, me percorre... mas procurar razão já se tornou fora de sentido.
É que eu encontrei nos teus lábios uma sede insaciável e nos teus abraços um mar de saudade.
Teus olhos têm uma imensidão pra me prender... e vou, sem medo de me perder.

Acordar ao teu lado é luz, fica mais bonito cada detalhe que meu olho percorre, até que encontra os teus olhos e simultaneamente um involuntário sorriso, e no teu sorriso me afogo.
Eu bem poderia procurar, talvez uma explicação porque com a ponta dos meus dedos encontrei em você tanta novidade, mas a saudade não me deixa, e só faz pensar em novamente te encontrar...
Porque agora a inspiração é farta de tanta rima que surge no teu beijo.

2 comentários:

Sidney Rocha disse...

Nossa!!! Fiquei encantado com a sensibilidade expressa em suas palavras, seus gestos, sua imagem fixa na poesia escrita. Esse seu jeito de menina-mulher, carregada de lirismo puro, leve e transparente. Devo dizer que estou encantado com suas palavras, e muito mais satisfeito por ter te conhecido.

naodizemnadaqeunãopossadizer. disse...

*-*
Sem palavras, só uma coisa que eu posso te afirmar:

Você ganhou o coração de alguém...

"Meu bem, eu não suporto mais,você longe de mim".