quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

[...] é noite.


Estou na janela.
Eu e ela.
Ninguém mais.
O céu faz desenhos com as estrelas e a luz da cidade me ilumina. Ao fundo, canta o poeta, toca nostalgia de coisas que vivi e já não são.
Estou aqui, na minha coleção de episódios vividos e na mão, os roteiros dos próximos pra viver.
Estou aqui. Cheia de lembranças, sorrisos.
Estou aqui.
Pés no chão e coração na mão.


"O mundo é azul
Qual é a cor do amor?
...As possibilidades de felicidade
São egoístas, meu amor
Viver a liberdade, amar de verdade...
"
Cazuza

Resto do Post

6 comentários:

Hosana Lemos disse...

estou aqui para comentar que escreveste sobre um pouco do que eu também passo...
lembranças qe nos passam quando se para em frente a uma janela, como se os flashs percorressem em segundos o passado, ...

^^

lindooo

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

"Pés no chão, mas não descalços é o segredo pra viver"

Essa nostalgia sempre vem me visitar, li aqui um retrato do que muitas vezes ou.

Abraços

anazézim disse...

gosto das estórias!

-rayane- disse...

"Frágil – você tem tanta vontade de chorar, tanta vontade de ir embora. Para que o protejam, para que sintam falta. Tanta vontade de viajar para bem longe, romper todos os laços, sem deixar endereço. Um dia mandará um cartão-postal de algum lugar improvável. Bali, Madagascar, Sumatra. Escreverá: penso em você. Deve ser bonito, mesmo melancólico, alguém que se foi pensar em você num lugar improvável como esse. Você se comove com o que não acontece, você sente frio e medo. Parado atrás da vidraça, olhando a chuva que, aos poucos começa a passar."
caio fernando
no mais, que seja doce.

Iasminne Fortes disse...

adoro teus posts 'cantantes'. Eu estou aqui com um nó no coração e segurando ele nas mãos.

=*

Kate Polladsky disse...

Tocou. Aliás roubei a citação de Cazuza e mandei pro meu amor... É bem isso, é bem assim que vivo.

um beijo, texto lindo. E valeu o comment lá no TurnChaos! =D