domingo, 27 de dezembro de 2009

A Porta está aberta.

Mesmo com o coração gélido, mantenho o corpo quente na constante tentativa de não desistir, de continuar acreditando na beleza das coisas e principalmente no amor. Este, que um dia me prometi não deixar de acreditar.
Amor que me aqueça o coração e gele o meu corpo em calafrios e arrepios, despertando em mim os desejos mais cálidos e poesias mais secretas que nem ao menos consiga transcrevê-las em palavras.
Quero fazê-lo música, cantada por vozes boêmias tocada em rádios de bossa, ecoante, preenchendo quartos e corações vazios.

E quando assim, esquecer de mim em único momento pra viver de amor.


...Enquanto isso, espero você chegar.

Resto do Post

5 comentários:

rui pintas disse...

e quem sabe não vai ser preciso esperar muito??? ;)

quem sabe o principe encantado não esta ja por ai, na tua vida... a espera de ser descoberto??

obrigada pela visita

beijo enorme deste lado do atlantico

rui

Yara disse...

encontre seu pinguim

-rayane- disse...

"Cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta de quem nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável, o sofrimento é opcional".
Drummond
- que a pessoa certa apareça-
beijas.

Alzira disse...

O importante é que essa porta nunca se feche

^^

beijo

Hosana Lemos disse...

"de continuar acreditando na beleza das coisas e principalmente no amor."

e qeu continue sempre, eu já estou perdendo essa capacidade...aos poucos, involuntariamente!
que isso nao aconteça com você ^^

beijos...

adorei o blog